segunda-feira, 24 de maio de 2010

Surra de cachoeira

Pobre daquele que não sabe o que é apanhar de uma dessas. Certamente acha que já sabe tudo e que tudo tem, porém, engana-se como ninguém. Fuja de casa, dos amigos, da dura incerteza e vá logo se lavar em uma cachoeira.  Lava o corpo e o espírito, sem deixar de lavar atrás da orelha e o pirulito. Deixe que a água leve os problemas, desilusões, encha a mente de poemas e o coração de paixões.

Texto e foto: Christopher Eudes

Um comentário:

jacque disse...

...com toda certeza!!!! linda foto!!!!

 
©2007 '' Por Elke di Barros